HOME

Padrão Oficial da Raça Cocker Spaniel Inglês

Classificação F.C.I.
Grupo 8: Retrievers, Levantadores e Cães D´Água
Seção 2: Cães D´Agua
País de Origem: Grã-Bretanha
Nome no País de Origem: English Cocker Spaniel
Utilização: Levantador de caça
 
1. TRUFA
2. FOCINHO
3. STOP
4. CRÂNIO
5. OCCIPITAL
6. CERNELHA
7. DORSO
8. LOMBO
9. GARUPA
10. RAIZ DA CAUDA
11. ÍSQUIO
12. COXA
13. PERNA
14. JARRETE
15. METATARSO
16. PATAS
17. JOELHO
18. LINHA INFERIOR
19. COTOVELO
20. LINHA DO SOLO
21. METACARPO
22. CARPO
23. ANTEBARÇO
24. NÍVEL DO ESTERNO
25. BRAÇO
26. PONTA DO ESTERNO
27. PONTA DO OMBRO
arCH uyGRch puck´s blue gasper the ghost- gasparin
Criação e propriedade der Sandra Bozzolo - Puck´s - Renomada criadora do Uruguai.
A – profundidade do peito | B – altura do cotovelo
A + B – altura do cocker na cernelha
 

Aparência Geral: alegre robusto, próprio para caça, bem balanceado e compacto, medindo, da cernelha ao chão, aproximadamente, o mesmo que da cernelha à inserção da cauda.

Temperamento: meigo, afetuoso, cheio de vida e exuberante.

Cabeça e crânio: focinho bem quadrado, com stop bem definido, situado à meia distância entre a ponta do nariz e o occipital. Crânio bem desenvolvido, nitidamente cinzelado, nem muito afilado nem muito grosseiro. Os ossos da face não devem ser proeminentes. Nariz suficientemente largo para favorecer a capacidade de faro.

Olhos: cheios, inseridos na superfície, marrom escuros ou marrom, jamais claros; porém, no caso de cães de cor fígado, fígado ruão e fígado e branco, os olhos são de cor avelã escura, em harmonia com a pelagem; com expressão de inteligência e meiguice, porém alerta, esperto e alegre; pálpebras bem ajustadas.

Orelhas: lobulares, de inserção baixa, ao nível dos olhos. Couro refinado, bem revestidas com pêlos longos, lisos e sedosos. Seu comprimento alcança a ponta do nariz, quando, para medir, estende-se o couro para a frente.

Boca: mandíbula forte, com uma mordedura em tesoura, perfeita; regular e completa, isto é, os incisivos superiores sobre passam ligeiramente os inferiores e são inseridos em ângulo reto com os maxilares.

Pescoço: de comprimento médio, musculoso. Inserido elegantemente em ombros bem inclinados. Garganta sem barbelas.

Tronco: forte e compacto. Antepeito bem desenvolvido de largura moderada e peito profundo. Costelas bem arqueadas. Lombo curto e largo. Linha superior firme e reta, suavemente descendente do final do lombo à raiz da cauda.

Anteriores: ombros bem inclinados e refinados. Membros com boa ossatura, retos, suficientemente curtos para concentrar força, sem chegar ao ponto de interferir no tremendo esforço esperado deste magnífico e pequeno cão de caça.

Posteriores: largos, bem arredondados e muito musculosos, com boa ossatura. Joelhos bem angulados. Jarretes curtos, dando maior propulsão.

Patas: como as do gato, firmes, com almofadas grossas.

Cauda: inseridas ligeiramente abaixo da linha do dorso. Deve ser alegre em movimento e portada horizontalmente, nunca para cima. Normalmente amputada com comprimento moderado, adequado para não interferir na sua ação incessante e alegre quando em trabalho.

Movimentação: andadura fluente, com grande propulsão e boa cobertura de solo.

Pelagem: pêlo liso, de textura sedosa, não muito abundante, jamais duro, ondulado ou crespo. Bem franjado nos anteriores, corpo e acima dos jarretes.

Cores: várias. Nas cores sólidas, só é permitido a cor branca no peito.

Tamanho: altura aproximada para machos de 39 a 41 cm e para fêmeas de 38 a 39 cm. Peso aproximado: de 13 a 15 quilos.

Faltas: qualquer desvio dos termos deste padrão deve ser considerado como falta, e penalizado na exata proporção de sua gravidade.

Nota: os machos devem apresentar os dois testículos, visivelmente normais, bem acomodados na bolsa escrotal.